Missão Sergipe da Igreja Adventista do Sétimo Dia

Missão Sergipe

Festa Judaica é celebrada em Semana de Oração em Sergipe

Durante a semana dos dias 23 a 30 de março, o Departamento de Mordomia Cristã da Igreja adventista do Sétimo Dia (IASD) em Sergipe, realizou o Congresso de Fidelidade Cristã e o encerramento da semana de Oração “Bençãos Sem Medida” – Festa das Primícias. A celebração e o encerramento da programação foram realizados no espaço MFC, no distrito de Marcos Freire e contou com a presença de cerca de 500 pessoas. Alguns pastores representantes da Iasd em Sergipe estiveram presentes durante a celebração. Entre os convidados estavam os pastores: Jairo Torres, Presidente da Iasd em Sergipe, Wallace Oliveira, departamental de Mordomia Cristã, Reginaldo Pereira, Ministerial e departamental de Comunicação, e por fim, o pastor distrital Darley Rios.

A cada dia, temas relacionados às festas judaicas eram abordados como forma de expor didaticamente, através de rituais bíblicos, as diferentes formas pelas quais Deus se comunica e se manifesta com seu povo. Rituais como o da festa das Primícias são exemplos de demonstrações de fidelidade. A oferta das frutas nas cestas durante a celebração, ilustra a gratidão exposta também nas outras festas apresentadas: Páscoa, Pães Asmos, Festa das Primícias, Pentecostes, Festa das Trombetas, Expiação, e a Festa dos Tabernáculos.

“O propósito da escolha do tema das festas israelitas era múltiplo, entre eles estavam o de distinguir o povo de Deus das outras nações, lembrar os benefícios de que Deus havia concedido para o seu povo, unir o povo de Deus na adoração sagrada, e por último, e não menos importante, o de preservar a pureza da adoração sagrada prescrita por Deus.” Jairo Torres

“A festa das Primícias fazia parte das sete festas solenes citadas em Levítico 23, e que de acordo com o calendário hebraico era a terceira festa do povo hebreu realizada com a doação dos primeiros frutos da colheita os quais, eram apresentados ao Senhor. Como ato e demonstração de fé, ofertavam a Deus o melhor do centeio, o melhor da colheita, o melhor dos animais. O objetivo era demonstrar a fé e a gratidão que tinham em Deus como salvador e justificador”, ressaltou Alfeu Neres, membro da igreja de Albano Franco, distrito de Marcos Freire.

“Todas as festas tinham também o propósito de figurar as bênçãos através de Cristo Jesus ao seu povo”, explicou o presidente da Iasd, pastor Jairo Torres o qual, iniciou a mensagem de encerramento da semana de oração citando a vida e história de Moisés como exemplo do sonho de Deus para seus filhos: o da Eternidade.

“Deus plantou a eternidade no coração do homem. Em todas as fases de escolha, chamado e comissão de Moisés, o próprio Deus comprovou essa vontade. A fidelidade cristã em todos os aspectos e propósitos deve mostrar o desejo de cada um de seus filhos, de viver a eternidade com Deus.” Jairo Torres

Durante o início e entrada da programação, pastores e anciãos juntamente com suas respectivas famílias, entraram trajados com vestimentas características do tempo bíblico. Cada um carregava uma cesta de frutas representando a sua oferta de gratidão a Deus, e juntamente com a cesta, o representante de cada família trazia seu dízimo e ofertas a Deus.

“O ritual foi organizado a fim de ilustrar as ofertas de gratidão realizadas nos tempos bíblicos, após a colheita realizada a cada ano”,afirmou o pastor distrital Darley Rios.

“O objetivo do uso das vestimentas típicas daquele tempo, foi ilustrar didaticamente os usos e costumes daquele tempo e como a fidelidade e proteção com o corpo também era uma forma de adorar e ser fiel ao mesmo Deus que nós cremos e servimos nos dias atuais”, acrescentou o pastor Wallace Oliveira. Ele disse ainda: “O objetivo do congresso e encerramento da semana de oração, foi também o de relembrar sobre o propósito bíblico da fidelidade seguida e orientada por Deus, desde os tempos bíblicos até os dias de hoje.”